21 de jul de 2008

Brasileiros em Filadélfia

O Chrestani estava lá?
Durante o torneio (que teve mais de 1100 inscritos), encontrei a Tatiana Duarte; na verdade ela me encontrou. Um dia, quando eu caminhava em um dos salões do hotel, ouvi "Siiilvio Cunha! Que que cê tá fazendo aqui?" Ex-campeã brasileira, casada, com uma filhinha (que lembra muito a ela), Tatiana estava acompanhando o marido no torneio (ela veio acompanhar uns alunos e convenceu o marido a jogar o torneio). Ele parece que começou mal mas depois de reentrar - é, aqui é possível fazer isso: você paga uma nova inscrição e começa a jogar de novo -, ganhou quatro seguidas. Pena que só consegui falar muito rapidamente com ela, que continua simpática como sempre, mora em Nova Jersey e pretende voltar a jogar ainda este ano. Tomara.
Num outro dia eu ouvi um casal falando em português. Pouco depois encontrei com ele no salão de jogos e passei a conhecer o Paulo SantAnna, carioca, ex-aluno do Sadi Dumont, e que também está morando em Nova Jersey. Muito simpático, como todo carioca.

E, por fim, quando a Lola viu as fotos de Filadélfia, perguntou: "o Chrestani também estava lá?".

3 comentários:

Masegui disse...

Oi maridão,

Bem que a Lolinha falou que os causos seriam poucos, pela falta de tempo.
Falando em "tempo", fica triste, não, cê jogou bem!

O marido da Tatiana é o de camisa cinza na foto? é conhecido no meio enxadrístico?

A propósito, o caboclo de camisa vermelha na outra foto é a cara do José Amorim, ex-presidente do CXEB.

Abração, Mário Sérgio

Carlos disse...

Faaaala Sílvio/Lola!!!

Td bem? Tenho acompanhado vossos blogs e tenho gostado muito. Parabéns! Sílvio, jogue Leningrado de brancas, que seus resultados vão melhorar. O nome da defesa ainda é Leningrado?
A propósito Lola, na sua opinião quais são os 5 vilões mais inesquecíveis do cinema.
Abração nos dois!

pflor disse...

Blz Silvio,

tenho acompanhado vc ai nos States...
Sucesso !!!
Passa no xadrezdapraia.blogspot.com

Florencio