30 de ago de 2008

A força dos Bispos

Enfim um ponto. Nessa partida eu confiei demais na força dos meus bispos. O sacrifício de qualidade foi provavelmente desnecessário, mas como ele não se defendeu bem, ganhei vários peões e, depois de muita hesitação até achar o plano ganhador, ganhei o final. Hajenius era um dos integrantes da forte equipe de Santo André (Herman, Rocha, Hajenius e Tlach), que dividia os títulos dos Jogos ABertos com S. Caetano e S. Bernardo. Vive agora na Bélgica (de onde é natural) e é também um dos autores do livro The Final Countdown, em parceria com Herman Cláudius, livro esse que está prestes a ser lançado, em português, pela Editora Solis.



Play chess online!

2 comentários:

lola aronovich disse...

Parabéns, Silvinho! Ganhou bem. Partida difícil.

Anônimo disse...

Sílvio, parabéns duplo. Primeiro pela vitória de ontem e segundo por publicar e comentar todas as suas partidas do torneio. Boa parte dos blogueiros enxadristas gasta meia página comentando suas vitórias e põem notinhas de rodapé nas derrotas (quando põem). Parabéns por valorizar a informação seja positiva ou negativa.
Abs.