7 de nov de 2009

Momentos mágicos

Na Semifinal do Campeonato Brasileiro em Vitória aconteceu o seguinte final na partida do carioca Alberto Mascarenhas (de brancas) que deixou o MI E. Matsuura absolutamente embevecido.



Inicialmente ele chamou todo mundo que passava para ver aquela situação estranha com 3 peões passados unidos na 6a e com torre a menos. O jogador de pretas, extremamente apurado no tempo, jogou 1...b6 (?) e levou o golpe 2. b5! ( 2. h7 deve ser mais preciso mas, não é tão bonito.) 2. ... bxc5 3. bxc6 (e agora são 4 peões na 6a fila!) 3. ... Tc7 4. f7 + Rf8 5. h7 abandonam.

Assim que a partida acabou começaram análises extremamente apaixonadas, como o momento exigia, e o Everaldo imaginou a seguinte situação com os 4 peões na 7a fila (era só o Mascarenhas fazer algumas triangulações com o Rei para dar tempo do peão preto chegar em c2. Aí teríamos o seguinte diagrama:



Nessa posição as brancas jogam: 1. g7! c1=D 2. f8=D+ Txf8 3. gxf8=D+ Rxf8 4. c8=D+(!) Dxc8
5.h8=D+ e 6. Dxc8 +-

Essa foi uma daquelas situações que trazem à tona a beleza do Xadrez.

2 comentários:

Daniel Brandão disse...

Fantástico! :)

Foi uma pena não ter acompanhado o desenrolar da posição ao vivo.. rs

Obrigado pela companhia e ideias compartilhadas nesse período, Sílvio.

Grande abraço!
Daniel

amasca disse...

Oi Silvio!

Legal você ter publicado aquele final raro que eu joguei em Vitoria. Mesmo com os erros da partida, é um final para ficar registrado.

O mais incrível, antes de chegar aquele final, é que as brancas conseguem empatar quase que forçado se ao invés de Dxe8?? jogassem Dh6+. Tem muito detalhe tático que eu no apuro não vi....
Portanto, o Txe5 !! náo foi um blefe, e sim a única alternativa para tentar escapar da inevitável derrota.

E a propósito, visitei em mais detalhe o seu blog e li sobre sua ida ao US Open da Philadelfia em 2008! Muito legal esse espírito de luta !

Saiba que se planejar outra ida a algum evento desse porte, e desejar companhia, pode me avisar com boa antecedência que eu topo jogar!

Penso em fazer algo similar em 2010! Somos ainda bem jovens e os sonhos não têm limites! (rsrs)

Um abraço,
Mascarenhas